daria litvinova 771397 unsplash 1320x540 - Recuperação pós-parto: é assim tão importante?
Maternidade

Recuperação pós-parto: é assim tão importante?

A recuperação pós-parto é um tema sensível para qualquer grávida e, de tempos a tempos, uma nova polémica vem colocar este tema na ribalta. As redes sociais incendiaram-se quando, dois dias depois do parto, Meghan surgiu ao lado do príncipe britânico para apresentar o primeiro filho de ambos. Houve quem louvasse a escolha da roupa que, claramente, não tinha como objetivo disfarçar a barriga ainda proeminente. Houve também quem criticasse a maquilhagem e os sapatos altos pois fabricam uma ideia errada do que é a realidade pós-parto. Pelo meio, ainda houve quem se espantasse com o tamanho da barriga porque, afinal, há imensas celebridades a sair da maternidade com os abdominais recuperados.

Somos pressionadas para esconder o corpo pós-parto

Não é socialmente aceite que mostremos o lado menos feliz da maternidade. O peso, a barriga flácida, o corpo cansado.

O corpo que, durante 9 meses, foi palco de um milagre, passa de súbito a ser algo para esconder, para tratar, para disfarçar.

Gerou-se esta crença de que o corpo feminino deve recuperar o mais depressa possível do parto. Que devemos recuperar os abdominais, a forma física, o cabelo lustroso, a vontade de nos arranjarmos e de voltar ao que éramos. Diz-se da mãe que se atreve a contrariar esta tendência que se desleixou, que perdeu a sua identidade.

No processo louco que é colocar um filho no mundo, o corpo não tem autorização para guardar memórias desta epopeia. Há programas e dietas para recuperar o corpo pré-parto, artigos de revistas e blog sobre como ter tempo livre depois de ser mãe. Há toda uma indústria que nos empurra para esta ideia de que devemos ignorar os últimos meses e entrar na corrida para recuperar quem fomos.

A recuperação pós-parto é importante? Sim!

Nenhuma mãe volta a ser a mesma depois de o ser. Ainda que não seja o primeiro filho, ainda que não haja o mesmo fator surpresa. Cada filho traz-nos novas dúvidas, novas formas de amar, novas prioridades. Por isso, não te enganes: tu nunca vais voltar a ser a mesma.

A recuperação pós-parto é importante, sim. É importante recuperar:

  • O equilíbrio do corpo, que se tenta adaptar às constantes mudanças;
  • A confiança, que perdeste no momento em que a tua barriga deixou de ser a coisa mais bonita do mundo;
  • A autoestima, que vês cair pelo ralo de cada vez que recebes um comentário maldoso;
  • O tempo, que parece fugir-te das mãos agora que tens uma nova vida para cuidar;

A saúde e o bem-estar devem ser o teu foco. Com exercício ou não. Com dietas ou não.  Com cremes, tratamentos, maquilhagem e roupas novas, se assim o desejares.

Não, o teu corpo não volta a ser o mesmo. Agora, vive uma mãe nele.